Receba dicas de economia ⭐ conselhos de compras inteligentes 🧡 e ofertas no Blog DaazCavernas 😲 Leia notícias, análises de produtos e muito mais.

Um tipo de investimento que ganhou um grande espaço no portfólio dos investidores nos últimos anos foi o fundo de investimento.

Vale dizer que ele normalmente é mais conservador do que o investimento direto em ações, afinal, é uma maneira de investir diversificadamente com pouco dinheiro.

Entretanto, é preciso deixar claro que há fundos mais arriscados e outros mais conservadores. Por isso é necessário avaliar cada um deles antes de tomar uma decisão de investir.


Navegue no menu em uma das sessões abaixo:

🪙 Como é o perfil do investidor conservador
🪙 O que é um fundo de investimento
🪙 E existem fundos de investimentos para investidores conservadores
🪙 Como escolher um fundo conservador para investir
🪙 Qual a melhor alternativa de fundo


Receba dicas de economia ⭐ Conselhos de compras inteligentes

Como é o perfil do investidor conservador?

Investidores Conservadores
Investidores Conservadores

O investidor conservador é aquela pessoa que tem uma grande aversão ao risco. Por isso, no momento de investir ela opta por ativos que ofereçam mais segurança, mesmo que a rentabilidade também seja menor.

Existem basicamente três tipos de perfis de investidores: conservadores, moderados e arrojados. O investidor conservador, conforme falamos, é o que possui mais aversão ao risco.

Já o investidor moderado é aquele que não tem tanta aversão ao risco, mas também não deseja se expor demais. E o investidor arrojado é a pessoa que não tem medo de arriscar o dinheiro e está sempre em busca de retornos mais elevados.

DESCONTOS EM FINANÇAS

O que é um fundo de investimento?

Um fundo de investimento é uma forma de aplicação na qual vários investidores se reúnem com um mesmo objetivo. Ele não possui personalidade jurídica, e sua constituição é muito próxima a de um condomínio.

Para que o objetivo do fundo seja alcançado, a administração e gestão do fundo são feitas por especialistas contratados pela empresa. Nesse caso, cabe aos administradores tratarem os aspectos jurídicos e legais.

Já os gestores é quem farão a estratégia de montar a carteira de ativos buscando o maior lucro possível sempre objetivando o menor nível de risco.

Os investidores compram então cotas desse fundo com o intuito de receberem a rentabilidade almejada de acordo com o grau de risco que ele apresenta.

E existem fundos de investimentos para investidores conservadores?

Ainda que o investidor conservador esteja mais propenso a investir em ativos de renda fixa, existem bons fundos de investimento para quem deseja ter mais segurança.

Geralmente, os fundos conservadores possuem uma grande parte do seu patrimônio alocados em ativos de renda fixa como títulos do Tesouro Direto, Certificado de Depósito Bancário (CDB), dentre outros.

Só para citar alguns exemplos, os principais fundos para pessoas que possuem um perfil mais conservador são:

  • fundos de renda fixa;
  • fundos DI;
  • fundos de previdência privada;
  • fundo Tesouro Selic.

Fundo de renda fixa

O fundo de renda fixa é composto por títulos públicos, CDBs, Letras de Crédito Imobiliário (LCI), Letras de Crédito do Agronegócio (LCA), debêntures etc.

A escolha dos ativos varia muito de acordo com a estratégia do gestor, mas sempre buscando a máxima segurança, uma vez que se trata de um fundo conservador.

Fundos DI

Os fundos DI são muito semelhantes aos fundos de renda fixa, com uma particularidade: eles acompanham a taxa de juros do CDI.

Dessa forma, enquanto outros tipos de fundo apresentam uma maior diversificação no portfólio, os fundos DI possuem um foco bem maior em ativos que seguem o CDI e a taxa Selic.

Fundos de Previdência Privada

Os fundos de Previdência Privada são também um bom exemplo de investimentos para quem tem um perfil mais conservador.

Eles são mais usados para quem tem planos de longo prazo como se aposentar. Vale dizer que existem fundos de Previdência Privada que são mais arrojados e outros mais conservadores.

Como a perspectiva de investimento nesse caso é mais a longo prazo, é possível obter uma rentabilidade melhor do fundo, uma vez que o gestor tem mais liberdade de encontrar ativos que em um prazo maior não oferecem tanto risco.

Fundos Tesouro Selic

Outra boa opção para quem tem um perfil mais conservador é o fundo do Tesouro Selic. Ele serve tanto para planos de longo prazo, quanto para quem quer investir para o curto prazo.

Há também quem use esses fundos para construir a sua reserva de emergência. Entretanto, como o próprio nome sugere, ele tem uma diversidade de ativos menor no seu portfólio.

Como escolher um fundo conservador para investir?

No mercado existem muitos fundos conservadores, e conforme vimos, cada um deles pode ter uma exposição a alguns tipos de ativos diferentes.

Entretanto, de modo geral, é preciso ficar atento sobre algumas particularidades no momento de escolher o seu investimento.

Taxa de Administração

Todos os fundos cobram uma taxa de administração. No entanto, em um fundo conservador o esforço de gestão é menor do que em um fundo mais arriscado, e isso impacta no percentual da taxa.

Por isso, é preciso encontrar no mercado alternativas de fundo que possuam uma taxa pequena, de preferência, menor do que 1% ao ano. Mas de modo geral, elas não ultrapassam 1,5% ao ano em fundos conservadores.

Rentabilidade

Outro aspecto a se considerar é a rentabilidade do fundo. Por isso, é necessário avaliar qual é o benchmark que ele possui para tomar a decisão de investir.

Por exemplo, um fundo DI terá como benchmark a taxa DI e a maioria dos ativos que o compõem serão amparados nessa taxa.

Já um gestor de um fundo de renda fixa tem mais liberdade e poderá ter em sua composição outros ativos seguros que proporcionem uma rentabilidade maior para aquele momento.

Mas, a grosso modo, um fundo conservador geralmente apresentará uma rentabilidade muito superior à taxa Selic ou o CDI.

Qual a melhor alternativa de fundo?

Conforme vimos neste artigo, cada tipo de fundo é voltado para um tipo de investidor diferente. Por isso, há aqueles mais indicados para quem tem um perfil mais conservador e aqueles voltados para quem tem um perfil mais arrojado.

Não há um melhor que o outro, pois um fundo para quem é mais arrojado pode até proporcionar uma rentabilidade melhor, mas em contrapartida você estará muito mais exposto ao risco.

Já um fundo conservador traz mais segurança, mas ao mesmo tempo apresenta uma rentabilidade menor. Por isso, o ideal é encontrar uma opção que esteja mais alinhada com o seu perfil de investidor.

DESCONTOS EM FINANÇAS