Receba dicas de economia ⭐ conselhos de compras inteligentes 🧡 e ofertas no Blog DaazCavernas 😲 Leia notícias, análises de produtos e muito mais.

Você sabe o que é e para que serve a NBR 14653? Normal criada ABNT, Associação Brasileira de Normas Técnicas, ela estabelece uma padronização de processos na criação de produtos e serviços no Brasil.

Mas falando especificamente da NBR 14653, essa é a normal que se refere aos imóveis, ao indicar procedimentos de avaliação. Assim, para quem deseja comprar empresa, ou deseja adquirir um imóvel, ela é essencial.

No entanto, é comum que essa norma traga algumas dúvidas para quem não a conhece. Para te ajudar, trouxemos algumas informações importantes neste artigo. Confira!


Navegue no menu em uma das sessões abaixo:

📌 NBR 14653: O que é?
📌 NBR 14653: qual a importância?
📌 NBR 14653: métodos de avaliação
📌 Conclusão


Receba dicas de economia ⭐ Conselhos de compras inteligentes

NBR 14653: O que é?

NBR 14653: O que é
NBR 14653: O que é

Antes de mais nada, vamos entender o que é NBR 14653. Em resumo, essa é a norma brasileira utilizada para avaliação de bens, seguindo as recomendações técnicas da ABNT.

Na prática, ela é destinada para avaliação de imóveis em todo o território brasileiro. Dessa maneira, por meio dela é que o mercado pode se basear na valorização de um bem desse tipo.

Com isso, são estabelecidas diretrizes, auxiliando empresas para avaliação de imóveis, mantendo um maior equilíbrio mercadológico quanto a compra e venda.

Por meio da NBR 14653, há uma estabilização de preços, o que traz um valor mais justo aos consumidores, bem como apresenta um valor atualizado ao proprietário.

Como a norma é composta?

Em geral, a NBR 14653 é dividida em sete partes. Cada uma delas faz referência a uma determinada avaliação e seus formatos. Dentre elas, estão:

  1. Procedimentos gerais da avaliação de imóveis, de bens;
  2. Regras para avaliação de imóveis urbanos;
  3. Regras para imóveis rurais;
  4. Empreendimentos;
  5. Máquinas e equipamentos;
  6. Recursos naturais e ambientais;
  7. Patrimônios históricos.

Confira a seguir o que diz a normal quanto a cada uma de suas partes.

Procedimentos gerais

Primeiramente, temos os procedimentos gerais como a primeira parte da NBR 14653. Em resumo, como o próprio nome já indica, essa parte se refere aos procedimentos gerais utilizados pela norma sempre que necessário.

Assim, a primeira parte define diretrizes para a atuação na avaliação de bens imóveis. Dentre algumas delas, estão:

  • Classificação do imóvel quanto a sua natureza;
  • Abreviaturas, definições, terminologias e símbolos;
  • Definição de metodologias que devem ser adotadas;
  • Especificações para realização das avaliações;
  • Descrição de atividades em geral.

Além disso, a primeira parte da NBR 14653 traz também atividades que o engenheiro responsável pela avaliação deve adotar, como os requisitos de documentos e para a realização de vistorias.

Imóveis urbanos

A segunda parte da NBR 14653 faz referência aos imóveis urbanos. Trabalhada com a primeira, ela define meios e formas de avaliação para imóveis situados no meio urbano.

Na prática, ela indica os procedimentos adequados para vistoria e avaliação dos bens imóveis urbanos. Da mesma forma, a segunda parte também acrescenta detalhes relevantes quanto os pontos a serem identificados pelo engenheiro.

Imóveis rurais

Dando sequência para a normal, a terceira parte da NBR 14653 diz respeito aos móveis rurais. Semelhante à segunda parte, ele exige que o responsável pela vistoria adéque alguns pontos para a realidade do imóvel das zonas rurais.

Assim, ela também estabelece procedimentos adequados para a análise, destacando componentes como máquinas e equipamentos, terra, recursos naturais e atividade pecuária.

Empreendimentos

Em seguida, temos a quarta parte da NBR 14653 que, basicamente, estabelece pontos e procedimentos para avaliação de empreendimentos em geral. Aqui, os empreendimentos são classificados da seguinte forma:

  • Baseados em seu estágio, projeto, implementação ou execução;
  • Conforme sua base, parcelamento do solo ou benfeitorias.

Assim, e quarta parte também se preocupa em trazer detalhamentos específicos, considerando as características desse tipo de imóvel.

Máquinas, equipamentos, instalações e/ou bens industriais em geral

Para abranger outras áreas, a NBR 14653 traz, em sua quinta parte, algumas diretrizes para avaliação de máquinas, equipamentos, instalações e bens industriais.

Dessa maneira, ela buscar aprofundar ainda mais os recursos disponíveis para ser possível avaliar também o setor industrial. Aliada as demais partes, o objetivo é analisar bens do tipo, considerando a situação de cada bem.

Recursos naturais e ambientais

Outra área abrangida pela NBR 14653 é a de recursos naturais e ambientais. Assim, a sexta parte, aliada com a primeira, auxilia nos procedimentos de análise de áreas destinadas à exploração de recurso naturais.

Com isso, tanto recursos abióticos quanto bióticos, além de ambientais, são analisados conforme as diretrizes estabelecidas, direta ou indiretamente.

Patrimônios históricos

Por fim, a sexta parte da NBR 14653 visa avaliar patrimônios históricos. Dessa forma, ela traz diretrizes e procedimentos adequados para avaliação desse tipo de bem.

Também em conjunto com a primeira parte, ela traz direcionamentos como aspectos físicos do bem, seu estado de conservação e a situação atual comparada com a original.

NBR 14653: qual a importância?

NBR 14653 qual a importância
NBR 14653 qual a importância

Assim, entendendo todas as partes da NBR 14653, é possível diz que ela é essencial para que se estabeleçam as diretrizes adequadas para avaliação de bens imóveis, urbanos e rurais, além de outras áreas.

Isto é, por meio desses procedimentos, os responsáveis pela avaliação possuem uma base melhor para realizar suas análises. Ou seja, há um ganho tanto para o profissional quanto para proprietários e investidores.

Como já destacamos aqui, as diretrizes da NBR 14653 ajudam a manter um equilíbrio mercadológico do setor imobiliário na totalidade.

NBR 14653: métodos de avaliação

NBR 14653: métodos de avaliação
NBR 14653: métodos de avaliação

No entanto, para que isso aconteça, a NBR 14653 traz alguns métodos necessários para que as avaliações sejam feitas. Confira a seguir quais são os métodos de avaliação listados pela norma.

  • Método comparativo de mercado por fatores: indicado para avaliação de imóveis através da comparação de preços com os demais imóveis da mesma região já avaliados;
  • Método comparativo de mercado por inferência estática: semelhante ao primeiro, se diferente por utilizar uma base de cálculo estatístico para definição do valor do imóvel.
  • Método involutivo: usado por construtoras, o método indutivo é mais aplicado aos imóveis rurais e os de grande escala. Dessa forma, ela auxilia na determinação do valor do terreno conforme seu aproveitamento;
  • Método evolutivo: avalia a depreciação do bem por meio de pesquisas a terrenos similares. Contudo, há aqui poucas comparações, sendo necessário calcular o valor da construção, seja qual for o valor do terreno;
  • Método da capitalização de renda: semelhante ao involutivo, ele é menos utilizado. Em resumo, considera o valor de renda que o imóvel pode receber.

Conclusão

Agora que você já sabe o que é e para que serve a NBR 14653, o próximo passo é garantir que as avaliações do seu imóvel ou do bem que deseja adquirir sejam feitas nos padrões estabelecidos.